quinta-feira, 23 de outubro de 2014

Rubem Alves: Lembranças pouco agradáveis - (Excelente Artigo)

Rubem Alves: Lembranças pouco agradáveis

Patrulhamento teológico, ou responsabilidade cristã?

Ensaio a propósito do falecimento do escritor Rubem Alves (1934-2014)
Rubem Alves (Foto: Instituto Rubem Alves)

“... exortando-vos a batalhardes diligentemente pela fé que uma vez por todas foi entregue aos santos”. Judas 1.3

Vivemos em meio a heresias e distorções do cristianismo histórico, e somos impelidos, pela própria Bíblia a, repetidamente, reafirmar os ensinamentos das Escrituras. É verdade que por vezes cansamos e chegamos a duvidar se vale a pena gastar tempo em tanta discussão. Alguns críticos, neste nosso blog, várias vezes aventaram se não estávamos forçando um pouco a barra em cima dos liberais. Deveríamos falar de outras coisas; de pontos mais positivos. 

É verdade que ninguém gosta muito de controvérsia. Apesar de umas poucas pessoas darem a impressão de serem alimentadas por dissonâncias de opiniões, a grande maioria, principalmente do Povo de Deus, procura a concórdia e a harmonia. Não nos sentimos bem discutindo questões a toda hora e isso é um reflexo de que Deus nos tem chamado “à paz” (1 Co 7.15). No entanto existe “paz” que pode ser enganosa, superficial e até mortal. Controvérsias doutrinárias, por mais desagradáveis que sejam, ocorrem no seio da igreja. Muitas vezes somos sugados a uma batalha que não nos alegra, nem representa o nosso desejo. Estas ocorrem na época e na providência divina, exatamente para nos testar, para que o nosso testemunho possa ser renovado, para que aqueles que introduzem falsos ensinamentos sejam revelados e identificados na igreja visível. A história já provou como a doutrina verdadeira é depurada, triunfa e é cristalizada e esclarecida às gerações futuras, no cadinho da controvérsia.

Como bem indica Judas 1.3 (acima), esta é uma luta não só de especialistas ou de algum "clero especializado, mas de todos nós. Temos que ter a consciência de que vivemos uma batalha na qual nossas mentes e corações são testados pelas mais diferentes correntes de pensamento. Ela é vencida quando brandimos a Espada do Espírito – a Palavra de Deus; quando nos empenhamos no estudo das Escrituras e enraizamos suas doutrinas nas nossas vidas, de tal forma que vamos ficando equipados a reconhecer o erro e seus propagadores. Sempre mantendo uma postura cristã no trato, devemos ter firmeza doutrinária sobre o que cremos, principalmente porque existem aqueles que não possuem o mínimo apreço pela Bíblia, mas sorrateiramente possuem seguidores em nossos arraiais.

Um grande exemplo claro disso foram os convites que eram feitos ao famoso educador, escritor e ex-pastor Rubem Alves para conferências e palestras em igrejas presbiterianas, nos no início deste século (>2000). Ele estava sendo convidado, apresentado e reverenciado em certos círculos presbiterianos e isso motivou até uma decisão do concílio maior da igreja - para que ele não tivesse a plataforma eclesiástica, contra a qual havia se pronunciado e se insurgido em tantas ocasiões. Agora, com o seu falecimento neste dia 19 de julho de 2014, ressurgem pronunciamentos enaltecendo não apenas as qualificações literárias do falecido, mas também a presença de um suposto espírito cristão elevado e uma mensagem essencialmente cristã em suas palavras e textos.

Ora, ninguém disputa as grandes qualificações acadêmicas e o enorme talento que o Sr. Rubem Alves possuiu. Ele encantou multidões, principalmente educadores, com suas palestras e livros de histórias. No entanto, como desconhecer que foi uma pessoa que abjurou publicamente da fé? Como ignorar que ele, tanto explicitamente como nas entrelinhas, propagou uma mensagem destrutiva contra os ensinamentos da Palavra de Deus? Se a situação de tietagem teológica equivocada estava se alastrando a um ponto em que o Supremo Concílio da Igreja Presbiteriana do Brasil, definiu explicitamente que ele não deveria ocupar púlpitos da denominação, será que com a sua morte haverá o esquecimento disso e caminhamos para uma quase "canonização" protestante? É claro que o seu nome é alvo da abordagem politicamente correta que, em ocasiões do falecimento, oblitera as falhas e exalta as virtudes, mas o problema é que essa visão enaltece pronunciamentos metafísicos do Rubem Alves, que são letais para a alma. Não podemos passar às gerações à frente a ideia de que tombou no campo de batalha um grande general, ou mesmo soldado, cristão, que foi injustiçado ou incompreendido em suas proposições.

Se você duvida da propriedade dessa análise (ou até da decisão conciliar da Igreja Presbiteriana), veja algumas frases que Rubem Alves proferiu, em 2003, em uma igreja presbiteriana do Rio de Janeiro que o havia convidado para uma cerimônia (pasmem!) de comemoração da Reforma do Século 16 – logo ele, que é contra tudo o que os reformadores ensinaram. Disse ele: “... Deus criou o homem e viu que era bom. Ser homem deve ser, na realidade, melhor do que ser Deus tanto que Deus se encarnou como homem. Somente um Deus cruel e sádico enviaria seu próprio filho para morrer daquela forma para pagar os pecados humanos. Essa ideia é construção do medievalismo. Acho que Deus quis ser homem porque ser homem deve ser melhor do que ser Deus”.

Acho que dá para entender por que não podemos deixar passar esse resgate de sua biografia em branco. Faz parte do "batalhar pela fé". Deus é todo-poderoso e não precisa de nós para cumprir seus propósitos. Na realidade, é o próprio Cristo que nos ensina que “as portas do inferno” não prevalecerão sobre a sua igreja. No entanto, é a sua Palavra que nos comissiona a vigiar e orar; a estarmos alerta porque Satanás está nos rodeando, almejando a nossa queda. Que Deus nos capacite e nos dê discernimento sobre a multidão de ensinamentos falsos que estão infiltrados no meio dos evangélicos pela ação dos falsos mestres. Rubem Alves pode ser lembrado como um grande escritor e exímio contador de estórias, mas nunca como um teólogo, ou como alguém que tinha uma mensagem verdadeira das coisas espirituais.

Fonte: http://tempora-mores.blogspot.com.br/2014/07/rubem-alves-lembrancas-pouco-agradaveis.html?utm_source=feedburner&utm_medium=email&utm_campaign=Feed:+blogspot/wFUcB+(O+Tempora,+O+Mores)

quarta-feira, 22 de outubro de 2014

Hans Kung: Teólogo Liberal e Libertino de Tradição Romana - pleiteia o suicídio!

À beira da morte, teólogo da “autodemolição da Igreja”, Hans Kung, pleiteia o suicídio


Luis Dufaur

À beira do juízo de Deus, teólogo autodemolidor pleiteia o falso 'direito ao suicídio'
À beira do juízo de Deus, Hans Kung
pleiteia o falso ‘direito ao suicídio’

Após ter consagrado sua vida a elaborar uma teologia “progressista” que justifica a “autodemolição” da Igreja e a sinistra entrada da “fumaça de Satanás” no templo sagrado, segundo afirmou Paulo VI, o teólogo suíço Hans Kung se prepara para comparecer diante de Deus, informou a agência belga Infocatho.
Na teologia de Kung, adotada por artífices do “pós-concílio”, essa transcendental passagem não tem maior importância. O inferno não existe, Deus não pune, não há pecado, exceto nas desigualdades sociais e na “alienação” existentes na Igreja. Mas ele é um grande pregador contra dita “alienação” e desigualdade!
A hora chega para todos e o teólogo Kung, um dos grandes elucubradores do Vaticano II, está hospitalizado em fase terminal. Ele acaba de superar felizmente uma fase clínica que parecia ser a final.
Diante dessa perspectiva inelutável, ele preparou um livro que deve aparecer com o título “Morrer feliz?”
No posfácio, ele reafirma seu apoio ao falso “direito de escolher a morte” e ao iníquo “suicídio assistido”, condenado pelo Mandamento “Não matarás”.
Hans Kung tem 86 anos e sofre de Parkinson. “Ninguém deveria suportar o sofrimento insuportável como se este fosse enviado por Deus”, escreve em seu derradeiro livro.
Entretanto, foi o que fez Nosso Senhor Jesus Cristo padecendo as inenarráveis dores da Paixão para nos remir, tendo aceitado no alto do Gólgota todas as dores que Deus Pai lhe enviou. Foi o que fizeram as legiões de santos e almas seguidoras de Cristo.
Pode o discípulo ser mais que o Mestre, não seguir o divino exemplo através do sofrimento que Deus lhe envia?
Para Hans Kung todos somos iguais e não há nem discípulo nem mestre. É o povo que decide democraticamente. E Kung dá a entender que teria o direito de escolher o suicídio.
Em outras ocasiões ainda, o teólogo da revolução na Igreja defendeu que diante de Deus cada um tem o direito de decidir sobre sua vida e sua morte. Como se a vontade do Criador e Supremo Juiz da vida e da morte não devesse ser obedecida como suprema.
Essa posição de Kung colidiu sempre com a Igreja. Mas ele mesmo contribuiu para desenvolver como um câncer as tendências que hoje coonestam todas as formas de imoralidade, inclusive o suicídio.
E também para uma espécie de suicídio coletivo da Igreja Católica – que, aliás, Deus nunca permitirá! Mas a ideia grassa nas fileiras da revolução eclesiástica que se infiltrou até nas fileiras sagradas da Hierarquia!
Fonte: 
http://ipco.org.br/ipco/noticias/beira-da-morte-teologo-da-autodemolicao-da-igreja-hans-kung-pleiteia-o-suicidio#.VEeQJ_nF91Y

segunda-feira, 13 de outubro de 2014

Pesquisa mostra que as pessoas querem mais religião na política

Pesquisa mostra que as pessoas querem mais religião na política

Imagem: DivulgaçãoSegundo pesquisa recente do Instituto Pew Research Center, cresce a cada dia o número de cidadãos que reconhece que a religião deveria desempenhar um papel mais importante na política. Segundo dados divulgados este ano, quase três quartos da população (72%) acredita que a influência da religião está em declínio na vida pública. Este é o nível mais alto nos últimos 10 anos, de acordo com as pesquisas do Pew.
“Uma porção crescente do público quer ver a religião desempenhando um papel de destaque na política americana”, escrevem os autores do estudo. Isso não significa apenas ver pastores ou líderes defendendo um candidato abertamente.
Este ano, cerca de metade dos entrevistados disse que igrejas e outras instituições religiosas devem expressar abertamente suas opiniões sobre questões sociais e políticas. Um aumento de 6% desde 2010.
As conclusões deste estudo contradizem o que a mídia normalmente divulga sobre a tendência de separar-se a vida social e política da religiosa. Até mesmo especialistas dizem estar surpresos. O professor de história religiosa na Universidade Luterana do Pacífico, no estado de Washington, Seth Dowland, acredita que isso possa estar ligado à falta de clareza do presidente Barack Obama sobre questões religiosas.
Uma comparação com o ex-presidente George W. Bush, mostra uma grande mudança de perfil. Enquanto Bush seguia a tradição dos presidentes em mostrar como sua fé era parte importante de sua identidade pública, Obama não o fez.
“Obama não enfatizou as raízes cristãs do país, como Bush fazia”, disse Dowland. “Como resultado, os cidadãos percebem que temos menos religião na vida pública”. Para o estudioso, os evangélicos são os que mais se ressentem “de uma época em que os cristãos tinham o controle moral da sociedade, algo que agora sentem ter perdido”.
Durante anos, aborto foi a questão que mais incomodou os cristãos, mas hoje apenas 3 dos 50 Estados americanos possuem leis que coíbem de alguma maneira a prática. Em 30 Estados americanos o casamento gay foi legalizado. Em muitos deles, após plebiscitos onde a população votou favorável. Um movimento que cresceu muito durante o governo Obama. O mesmo vale para a legalização da maconha, um movimento crescente que já obteve vitória em 13 Estados e leis que permitem o uso medicinal estão sendo discutidas em vários outros.
A Aliança em Defensa da Liberdade reúne pastores e líderes cristãos interessados em discutir política a partir dos púlpitos. De acordo com seu porta-voz, Nick Bouknight, a cada ano o número de igrejas associadas aumenta.
Em entrevista à CNN, o pastor Jim Garlow, da Igreja Skyline, na Califórnia, que conta com mais de dois mil membros, afirma não “pregar sobre política”, mas que esta é uma questão presente em toda a Bíblia. Para ele não existe constrangimento em falar do assunto no púlpito.
Embora não defenda um partido ou ideologia, procura mostrar aos fieis quais leis (ou propostas de leis) que contradizem os ensinamentos bíblicos. “Eu não falo sobre questões políticas. Abordo questões bíblicas, morais e teológicas”, disse ele. “O que importa não são minhas opiniões, mas sim as de Deus”.
Deixe o seu comentário no Verdade Gospel.
Fonte: Gospel Prime

Fonte: http://www.verdadegospel.com/pesquisa-mostra-que-as-pessoas-querem-mais-religiao-na-politica/

sexta-feira, 10 de outubro de 2014

(Neste governo petista e secularista) - O Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJ-SP) considerou que o totem contendo a frase “Sorocaba é do Senhor Jesus Cristo” é inconstitucional. "Então vamos proibir o nome de São Paulo por ser um santo cristão".

(Neste governo petista e secularista) - O Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJ-SP) considerou que o totem contendo a frase “Sorocaba é do Senhor Jesus Cristo” é inconstitucional. "Então vamos proibir o nome de São Paulo por ser um santo cristão".

Clique no link abaixo para acessar a reportagem:
http://corrupcaojuridica.blogspot.com.br/2014/10/neste-governo-petista-e-secularista-o.html

Protestamos contra o (Governo Petista) Ministério Público Eleitoral (promotora Juliana Martins Zaupa) na perseguição aos irmãos Batistas e seu Pastor Luiz Gomes de Sousa por evangelizar no dia da eleição

Protestamos contra o (Governo Petista) Ministério Público Eleitoral (promotora Juliana Martins Zaupa) na perseguição aos irmãos Batistas e seu Pastor Luiz Gomes de Sousa por evangelizar no dia da eleição 

Clique no link abaixo para acessar a reportagem:
http://corrupcaojuridica.blogspot.com/2014/10/protestamos-contra-o-governo-petista.html

quarta-feira, 6 de agosto de 2014

sábado, 5 de julho de 2014

Condenamos os Professores Petistas, Socialistas, Esquerdistas e Marxistas pelo apoio ao Culto Satanista na UFF

Condenamos os Professores Petistas, Socialistas, Esquerdistas e Marxistas pelo apoio ao Culto Satanista na UFF

Clique no link abaixo para acessar a matéria:
http://metodologiadoestudo.blogspot.com.br/2014/07/condenamos-os-professores-petistas.html

sexta-feira, 4 de julho de 2014

Livro: "O Chefe by Ivo Patarra" - Dirigentes do PT foram denunciados por montar uma organização criminosa.

Livro: "O Chefe by Ivo Patarra" - Dirigentes do PT foram denunciados por montar uma organização criminosa.

Clique no link abaixo para acessar o e-book gratuitamente:
http://professor-luiscavalcante.blogspot.com.br/2014/07/livro-o-chefe-by-ivo-patarra-dirigentes.html

(Vídeo) - Seminário Presbiteriano (JMC) recebe treinamento para não serem enganados e iludidos pelo sofisma e ideologia luciferiana do Marxismo Cultural by Pb. Solano Portela

(Vídeo) - Seminário Presbiteriano (JMC) recebe treinamento para não serem enganados e iludidos pelo sofisma e ideologia luciferiana do Marxismo Cultural by Pb. Solano Portela

Clique no link abaixo para acessar o vídeo:
http://presbiteropresbiteriano.blogspot.com.br/2014/07/seminario-presbiteriano-jmc-recebe.html

domingo, 29 de junho de 2014

Sugestão de leitura: O Verdadeiro Che Guevara - e os idiotas úteis que o idolatram - Acompanha um DVD com o documentário: "GUEVARA: anatomia de um mito" by Humberto Fontova (Jornalista, cientista político e mestre em estudos latino-americanos pela Universidade de Tulane e fugitivo de Cuba)

Sugestão de leitura: O Verdadeiro Che Guevara - e os idiotas úteis que o idolatram - Acompanha um DVD com o documentário: "GUEVARA: anatomia de um mito" by Humberto Fontova (Jornalista, cientista político e mestre em estudos latino-americanos pela Universidade de Tulane e fugitivo de Cuba)

Clique no link abaixo para acessar maiores informações:
http://historiareformacional.blogspot.com.br/2014/06/sugestao-de-leitura-o-verdadeiro-che.html 

quinta-feira, 10 de abril de 2014

"...delírios da chamada teoria de gênero, essa invenção de professores desocupados com problemas de identidade sexual." by Luiz Felipe Pondé

"...delírios da chamada teoria de gênero, essa invenção de professores desocupados com problemas de identidade sexual." by Luiz Felipe Pondé

Clique no link abaixo para acessar a matéria:
http://intelectuaisconservadores.blogspot.com.br/2014/04/delirios-da-chamada-teoria-de-genero.html

terça-feira, 8 de abril de 2014

Empresa investigada pela Polícia Federal doou 4,5 milhões ao PT - (PT Modelo de Partido Corrupto, Sodomita, está acabando com Petrobras e Defensores de Adolescentes Bandidos)

Empresa investigada pela Polícia Federal doou 4,5 milhões ao PT - (PT Modelo de Partido Corrupto, Sodomita, está acabando com Petrobras e Defensores de Adolescentes Bandidos)

Clique no link abaixo para acessar a reportagem:
http://corrupcaojuridica.blogspot.com.br/2014/04/empresa-investigada-pela-policia.html

Algumas falácias do filme "Noé".

Algumas falácias do filme "Noé".

Clique no link abaixo para acessar maiores informações:
http://outroladodacabana.blogspot.com.br/2014/04/algumas-falacias-do-filme-noe.html

sexta-feira, 4 de abril de 2014

segunda-feira, 31 de março de 2014

(Vídeo/Áudio) - Nome de brasileiros (esquerdistas) patrocinado pela KGB para promover desinformação

(Vídeo/Áudio) - Nome de brasileiros (esquerdistas) patrocinado pela KGB para promover desinformação

(Vídeo/Áudio) - O filósofo Olavo de Carvalho falou na Rádio Vox sobre o nome de brasileiros que aparecem no arquivos da polícia secreta tchecoslovaca, a StB. 14 de março de 2014 - www.radiovox.org

Clique no link abaixo para acessar o conteúdo:
http://historiareformacional.blogspot.com.br/2014/03/video-o-filosofo-olavo-de-carvalho.html

quinta-feira, 6 de março de 2014

Indicação de Leitura: Bloodlands, Europe Between Hitler and Stalin by Timothy Snyder, professor do Departamento de História da Universidade de Yale. Uma elogiada história do genocídio de 14 milhões de civis praticado em nome de duas utopias (marxismo-socialismo-soviético e nacional-socialismo-nazista), a de classe, por Stalin, e a da raça, por Hitler.

Indicação de Leitura: Bloodlands, Europe Between Hitler and Stalin by Timothy Snyder, professor do Departamento de História da Universidade de Yale. Uma elogiada história do genocídio de 14 milhões de civis praticado em nome de duas utopias (marxismo-socialismo-soviético e nacional-socialismo-nazista), a de classe, por Stalin, e a da raça, por Hitler.

Clique no link abaixo para maiores informações:http://historiareformacional.blogspot.com.br/2014/03/indicacao-de-leitura-bloodlands-europe.html

sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

Em defesa do casamento by Rodrigo Constantino - Em tempos de Carnaval e hedonismo, de apetites e emoções como os únicos guias das ações individuais, de promiscuidade total, não deixa de ser confortante ler uma visão clássica sobre o bom e velho casamento..."

Em defesa do casamento by Rodrigo Constantino - Em tempos de Carnaval e hedonismo, de apetites e emoções como os únicos guias das ações individuais, de promiscuidade total, não deixa de ser confortante ler uma visão clássica sobre o bom e velho casamento..."
Em defesa do casamento by Rodrigo Constantino - Em tempos de Carnaval e hedonismo, de apetites e emoções como os únicos guias das ações individuais, de promiscuidade total, não deixa de ser confortante ler uma visão clássica sobre o bom e velho casamento..."

"...Em tempos de Carnaval e hedonismo, de apetites e emoções como os únicos guias das ações individuais, de promiscuidade total, não deixa de ser confortante ler uma visão clássica sobre o bom e velho casamento. Que seja eterno enquanto dure. E que dure para sempre!"

Clique no link abaixo para acessar o artigo:
http://familiacalvinista.blogspot.com.br/2014/02/em-defesa-do-casamento-by-rodrigo.html

quarta-feira, 19 de fevereiro de 2014

Tendências religiosas em nossos dias

A nomenclatura em voga é Ciência da Religião. A preocupação principal se resume em dois pontos: O primeiro, qual seria a terminologia adequada - Ciência da religião, ciências da religião ou ciências das religiões? O que não é simplesmente uma questão de título, mas sim de delimitação do campo (prefiro Ciência da religiosidade). O segundo ponto é em não abrir espaço para a velha teologia confessional mascarada, ou maquiada como ciência. Isto porque ciência da religião é o estudo das hierofonias, ou seja, o sagrado em suas múltiplas manifestações. Este sagrado é um elemento estrutural da consciência e não uma fase da história dessa consciência. Nos mais arcaicos níveis de cultura, viver como ser humano é em si um ato religioso, pois a alimentação, a vida sexual e o trabalho têm um valor sacramental. Por outras palavras: ser - ou, antes, tornar-se - um homem significa ser ‘religioso’” (ELIADE, M. Tratado de História das Religiões. São Paulo: Martins Fontes, 1998, p. 7) . O Brasil, pela peculiaridade de suas crenças, de seu universo mítico-religioso, é um celeiro para estudiosos que querem se dedicar a pesquisas do fenômeno religioso.
 
Todas as escolas que hoje oferecem Ciência da Religião como disciplina, seguiram a trajetória que teve como ponto de partida um departamento de clérigos (mesmo em universidade pública) e uniconfessional, para, em seguida, passar por um processo de desclericalização e descatolização ou desprotestização; alcançando atualmente a fase da desmasculinização. Todo este processo revela que vivemos não só um tempo de mudança, mas de mudança de tempo. E este tempo é fortemente marcado pelo pluralismo religioso. O que indica a volta do sagrado, porém numa nova roupagem, mais livre, solta, móvel, sem residência fixa [em sua visão], na realidade sem referencial [em minha visão].
 
Para muitos, a teologia acorda de seu sono dogmático, deitada há séculos, para se deixar ser interpelada pelo surto do sagrado, sendo obrigada a repensar sua linguagem para falar a um mundo plural. Assim, a teologia necessita renovar-se frente ao novo paradigma do pluralismo religioso. Devendo se enveredar pelo caminho da hermenêutica da vida humana, isto é, uma teologia do sentido ou do significado. Fazendo do teólogo um mero caçador de sentido.
 
Ciência da religião, diferentemente da teologia, não se debruça sobre o dado revelado, mas sobre o fenômeno religioso. Não traz uma abordagem confessional do fenômeno, mas uma abordagem fenomenológica. Para os novos orientadores religiosos, passamos do diálogo das culturas para o diálogo das religiões. Isso implica em abandonar um paradigma exclusivista para adotar um novo paradigma pluralista, isto é, deixar de ser Igreja detentora da verdade para encontrar-se com as diversas religiões, enriquecendo-se com as mais diferentes formas de expressão do sagrado.
 
Esta linha de compreensão, e imposição, sobre o ensino religioso revela a essência da religiosidade de nosso tempo: alvo e método; aonde se quer chegar e como chegar. Simplificando, vivemos imprensados por uma disposição em aniquilar com a verdade, abrindo espaço para as verdades, mesmo que incoerentes. O inimigo comum não é a(s) inverdade(s), mas sim a verdade única, absoluta, asfixiadora dos prismas particulares, das diversas intenções acadêmicas, políticas, econômicas e espirituais.
 
Tudo isso forma uma atmosfera facilitadora para novas tendências; que, em muito, são velhas tendências em novas roupagens; agora, mais corajosa em se expor, devido à atmosfera atual, como o Teísmo aberto: a ideologia mais coerente da escola mais incoerente da teologia – o arminianismo; que tenta, assim, construir coerência para a incoerência.
 
Todas as tendências tornam-se possíveis pelo fato do foco estar não no âmago do conhecimento crido, ensinado e defendido; mas sim na possibilidade de se crer em qualquer coisa, por mais absurda que seja. A beleza a ser entendida e conservada que, segundo eles, é suficiente para a manutenção da crença está no religioso; no produto final da crença naquele que a exerce. Assim, não importa a religião; ou mesmo o conteúdo desta (sua teologia); mas a liberdade do exercício em se crer. Isso revela a cicatriz que a Igreja deixou nas sociedades no decorrer de sua história pré-moderna. Há um pavor de religião institucionalizada, mas uma paixão sobre a religiosidade individual. Seria uma forma distorcida de se aplicar o verso: “Tudo é possível ao que crê” (Marcos 9.23b).
 
Ódio, medo, aversão, são alguns dos sentimentos mais comuns entre os estudiosos para com a Igreja, como maior representante histórica da religião institucionalizada. É importantíssimo que os teólogos cristãos de nossos dias conheçam a história, assim como seus resultados, incluindo a época em que vivemos, para, então, serem corretos em seu proceder no educar a igreja, no formar novos líderes, e no defender a fé.
 
by Wagner Amaral

Fonte:
http://www.editorabatistaregular.com.br/pracateologiadet.asp?codigo=30#



 

segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014

Dois vídeos de "incitação à violência" de Ricardo Boechat e "todo mundo" (esquerda) ficou quietinho e a Rachel Sheherazade defende a legítima defesa e "tudo mundo" (esquerda) fica acusando de tudo....

Dois vídeos de "incitação à violência" de Ricardo Boechat e "todo mundo" (esquerda) ficou quietinho e a Rachel Sheherazade defende a legítima defesa e "tudo mundo" (esquerda) fica acusando de tudo....

Clique no link abaixo para acessar os vídeos:http://jornalismoreformacional.blogspot.com.br/2014/02/dois-videos-de-incitacao-violencia-de.html

quarta-feira, 5 de fevereiro de 2014

(Vídeo) - Quem financia a esquerda mundial?

(Vídeo) - Quem financia a esquerda mundial?

Um excelente vídeo de 12 minutos mostrando as principais empresas e fundações que financiam a esquerda mundial.


Legendado (Português):


http://generoediversidadenaescola.blogspot.com.br/2014/02/video-quem-financia-esquerda-mundial.html

sexta-feira, 24 de janeiro de 2014

O marxismo cultural e a destruição da mulher. Recuperando a dignidade feminina!

O marxismo cultural e a destruição da mulher. Recuperando a dignidade feminina!

Clique no link abaixo para acessar o programa radiofônico:
http://mulherreformada.blogspot.com.br/2014/01/radio-vox-o-marxismo-cultural-e.html

segunda-feira, 6 de janeiro de 2014

Os cristãos e a esquerda no Brasil - Um breve comentário sobre o assunto numa entrevista feita no Bate Papo Reformado.

Os cristãos e a esquerda no Brasil - Um breve comentário sobre o assunto numa entrevista feita no Bate Papo Reformado. 

Clique no link abaixo para acessar o vídeo:
http://direitaevangelica.blogspot.com.br/2014/01/os-cristaos-e-esquerda-no-brasil-um.html

quinta-feira, 2 de janeiro de 2014

Pessoas religiosas têm cérebro mais forte e maior proteção contra a depressão, diz pesquisa

Pessoas religiosas têm cérebro mais forte e maior proteção contra a depressão, diz pesquisa

Imagem: Divulgação
Pesquisadores descobriram que a crença na espiritualidade pode criar no córtex uma barreira
física contra a doença
 
Os pesquisadores estudaram pessoas com histórico familiar de depressão e descobriram que, nas religiosas, o córtex, camada externa do cérebro, era mais espesso que em pessoas não religiosas. Esse espessamento relacionado à religião, segundo eles, pode oferecer proteção contra a doença.
 
“Nossas crenças e nossos humores são refletidos no cérebro, e com novas técnicas de imagem já é possível observá-los”, disse à Reuters Health Myrna Weissman, professora de psiquiatria e epidemiologia da Universidade de Columbia. “O cérebro é um órgão fantástico. Não só nos controla, mas é controlado por nossos humores”.
 
Enquanto o estudo sugere uma relação entre a densidade do cérebro e espiritualidade, não se pode dizer que o espessamento cause a religiosidade nas pessoas, observaram os pesquisadores na revista “JAMA Psychiatry”. Mas deve servir para dar pistas, entretanto, de que ser religioso pode aumentar a resiliência do cérebro contra a depressão de forma física.
 
Antes deste estudo, os pesquisadores já tinham descoberto que pessoas que se diziam religiosas tinham menos risco de entrar em depressão, e que pessoas com maior propensão à doença tinham o córtex mais fino comparadas às que tinham menor risco.
 
Neste estudo os pesquisadores perguntaram duas vezes a 103 adultos com idades entre 18 e 54 anos o quão importante eram, para eles, religião e espiritualidade, e com que frequência eles tinham ido a missas, cultos, e outras reuniões religiosas em cinco anos. Além das entrevistas, imagens dos cérebros desses voluntários foram observadas para analisar a espessura de seus córtex. Todos os participantes eram filhos ou netos de pessoas que já tinham participado de um estudo anterior sobre depressão.
 
Os pesquisadores descobriram que a importância da religião ou espiritualidade de um indivíduo – mas não a frequência às reuniões religiosas – estava relacionada ao córtex mais espesso. O link foi mais forte entre aqueles com alto risco de depressão.
 
“O que estamos fazendo agora é olhar para a estabilidade do estudo”, disse Weissman, que também é chefe do Departamento de Epidemiologia Clínica Genética do Instituto Psiquiátrico do Estado de Nova York.
 
A equipe da pesquisadora está tomando mais imagens dos cérebros dos participantes para ver se o tamanho do córtex muda com sua espiritualidade. “Esta é uma maneira de replicar e validar os resultados”, explicou.
 
Deixe o seu comentário no Verdade Gospel.
 
Fonte: O Globo
 
Fonte:
http://www.verdadegospel.com/pessoas-religiosas-tem-cerebro-mais-forte-e-maior-protecao-contra-a-depressao-diz-pesquisa/
 

Livro: História Concisa da Revolução Russa - a política soviética de sufocar etnias, nacionalidades e combater religiões pelo Professor de História de Harvard e especialista em União Soviética e Leste europeu, Richard Pipes.

Livro: História Concisa da Revolução Russa - a política soviética de sufocar etnias, nacionalidades e combater religiões pelo Professor de História de Harvard e especialista em União Soviética e Leste europeu, Richard Pipes.

Clique no link abaixo para acessar mais informações:http://historiareformacional.blogspot.com.br/2014/01/livro-historia-concisa-da-revolucao.html

(Rádio Vox) - Ouça a entrevista com a Elis Bobato sobre "A Destruição do Belo"

(Rádio Vox) - Ouça a entrevista com a Elis Bobato sobre "A Destruição do Belo"

Clique no link abaixo para acessar a entrevista:
http://historiareformacional.blogspot.com.br/2014/01/radio-vox-ouca-entrevista-com-elis.html